Como sabe se tem problemas com pastilhas elásticas?

problemas de gengivas

Para além dos dentes, outro elemento da cavidade oral que pode sofrer as consequências de uma saúde oral deficiente são as gengivas. Estes são a parte mais delicada da boca, exposta a diferentes problemas que podem ser agravados se não forem tratados a tempo.

As doenças gengivais podem ser diferentes em cada paciente, dependendo do grau de afecção. Existem alguns sintomas associados a problemas de gengivas, que ajudam na sua detecção e na escolha do tratamento mais adequado.

Quais são os problemas mais comuns de pastilha elástica?

Os problemas mais comuns de gengivite e periodontite). Quando as gengivas não são saudáveis, a inflamação ocorre nos tecidos moles que suportam e protegem os dentes, causada principalmente pela acção das bactérias orais.

Em primeiro lugar, quando uma pessoa sofre de algum tipo de problema de gengivite, aparecem os sintomas típicos da gengivite. medida que a infecção da gengiva progride, ocorre periodontite, ou inflamação do tecido periodontal que prende o dente ao osso maxilar.

Porque ocorrem problemas de pastilha elástica?

A grande maioria dos problemas de gengivas é causada por uma higiene oral deficiente. Quando o interior da cavidade oral proporciona as condições ideais para o crescimento e desenvolvimento das bactérias que aí se encontram naturalmente, o biofilme dentário forma e acumula-se nos dentes e nas gengivas.

A acção destas bactérias pode levar a vários problemas tais como cárie dentária ou inflamação dos tecidos moles. As principais causas de doenças gengivais incluem o seguinte:

  • Escovagem deficiente ou incorrecta, quer por falta de higiene oral, quer por exercer demasiada pressão sobre as gengivas durante a escovagem.
  • Acumulação de biofilme dentário, favorecendo o crescimento de bactérias quando os resíduos alimentares são depositados nos dentes e nas gengivas.
  • Maus hábitos, tais como fumar, consumo excessivo de alimentos açucarados, bruxismo e outros.
  • Factores genéticos e doenças que causam uma maior predisposição para problemas genéticos, tais como a diabetes.

Sintomas de doenças gengivais

A gengivite e a periodontite são doenças gengivais graves. Pouco a pouco, o tecido mole que suporta os dentes é destruído e aparecem diferentes sintomas que indicam um grande problema de saúde oral.

Asgengivas saudáveis têm uma consistência firme e uma cor rosada. As gengivas devem cobrir perfeitamente a base dos dentes, protegendo a raiz. Mas quando ocorrem problemas de gengivas, há mudanças óbvias que nos permitem antecipá-las:

Redescalonamento das gengivas

Um dos primeiros sintomas de gengivite ou inflamação das gengivas é a vermelhidão. A coloração das gengivas com problemas gengivais muda de vermelho vivo para vermelho escuro para roxo, dependendo da gravidade da condição.

Sangramento das gengivas

As gengivas hemorrágicas são outro sintoma comum da gengivite. As gengivas saudáveis não doem nem sangram. Quando são sensíveis ao toque, sangram durante a escovagem, e até mancham o Escova dental durante a utilização, é um sinal precoce de doença da gengiva.

Gengivas inchadas

A formação de biofilme dentário nas gengivas, e a acumulação de tártaro logo abaixo da linha onde a gengiva se encontra com os dentes, provoca uma inflamação grave do tecido. Se for também acompanhada de dor e hemorragia, é um sintoma de que a doença está a progredir.

Mau hálito

O mau hálito é comum quando ocorrem problemas gengivites e periodontites. A acumulação de tártaro e biofilme dentário no interior da cavidade oral pode causar halitose.

Gomas recicláveis

Numa fase mais avançada da doença da gengiva, o tecido mole recua. Gradualmente, novos espaços são criados entre os dentes, os dentes aparecem mais compridos do que o normal, enquanto as gengivas se tornam mais curtas, expondo as raízes dos dentes.

Dentes soltos

Se a gengivite evoluir para periodontite, os tecidos e mesmo o osso que suporta os dentes podem ser danificados, causando o afrouxamento dos dentes e dor ao morder. A periodontite avançada pode levar à perda de dentes, com danos graves no maxilar se não for tratada a tempo.

Quando consultar um dentista para problemas de gengivas?

A fim de prevenir problemas de gengivas e outras doenças orais comuns, é muito importante visitar o dentista para um check-up a cada 6 meses ou pelo menos uma vez por ano.

Um profissional qualificado é capaz de detectar quaisquer problemas de saúde na cavidade oral, corrigindo práticas deficientes de higiene oral em pacientes.

Se notar quaisquer sintomas de doença periodontal, consulte o seu dentista o mais rapidamente possível. Quanto mais cedo for tratado, menos danos haverá e mais fácil será a recuperação dos tecidos afectados.

Como prevenir problemas de gengivas?

Para além das visitas regulares ao dentista para um check-up e uma limpeza completa dos dentes e gengivas, é necessário manter uma higiene oral diária adequada.

Escovando os dentes após cada refeição, passando o fio dental pelo menos uma vez por dia, e utilizando um enxágue bucal apropriado, é mais fácil prevenir o crescimento de bactérias que são a principal causa de problemas gengivais.

BIBLIOGRAFIA

PRODUTOS RECOMENDADOS
KIN FORTE enxágue bucal
Ver produto
Anticidas de Flúor KIN Hortelã Fresca 500ml
FLUORKIN ANTI-CARIES enxágue bucal
Ver produto
KIN Pasta Dentária FORTE
Ver produto
Descubra o nosso Guia de Cuidados com Chicletes

Através deste guia sobre os cuidados com as gengivas encontrará toda a informação necessária para manter a sua boca e gengivas saudáveis. Analisamos quais são as principais doenças que afectam as gengivas, como preveni-las e tratá-las. Descubra os melhores tratamentos para combater a gengivite e a periodontite, e que cuidados são necessários para cada tipo de gengiva.

Leia mais